MAP

Medida de Atenção Plena

Jeferson Gervasio Pires; Carlos Henrique Sancineto da Silva Nunes
Ocultar subprodutos

 

Material não restrito à psicólogos

 

Descrição

A atenção plena (mindfulness) refere-se ao estado mental alcançado, quando o indivíduo focaliza a consciência no momento presente, e intencionalmente se reconhece e aceita seus sentimentos, pensamentos e sensações corporais.

Este instrumento possibilita o mapeamento da capacidade do examinando de acessar ou atingir o estado de atenção plena, tanto em atividades cotidianas como em praticas de meditação.

Trata-se de uma escala de autorrelato, constituída de 47 itens, e avalia fatores como: Atenção e sua regulação, Aceitação e Produção de novidades.

 

Público-Alvo

O instrumento é destinado à indivíduos entre 17 e 66 anos de idade.

 

Contexto

Pode ser administrado por psicólogos, profissionais da saúde e da educação, coaching, instrutores de Yoga e de Meditação.

 

Aplicação

Pode ser feita tanto de forma individual quanto de forma coletiva e sua duração costuma ser em torno de 15 minutos, apesar de não haver limite de tempo para ser completada.

 

É composto pelo manual, caderno de respostas e lápis ou caneta para uso do examinando durante a aplicação.

 

Normatização

Os estudos psicométricos da MAP foram feitos baseados tanto na Teoria Clássica dos Testes (TCT) quanto na Teoria de Resposta ao Item (TRI). Há estudos de evidências
de validade baseadas nas relações com outras variáveis, baseada no conteúdo, baseada na estrutura interna e evidências baseadas no processo de resposta.

Quanto a precisão foi empregado o Alfa de Cronbach e o Split half. As normas foram elaboradas a partir da amostra geral (N= 962), por sexo e idade.

 

Artigo Relacionado

 

Evidência de Validade da Medida de Atenção Plena pela Relação com Outras Variáveis

Link: https://mla.bs/482405e4

 

 

Autores

 

Jeferson Gervasio Pires

Psicólogo. Mestre e Doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Santa Catarina (PPGP-UFSC), na linha "Avaliação em Saúde e Desenvolvimento". Interessado em temas diversificados em Psicologia, tais como: Avaliação Psicológica, Psicometria, Desenvolvimento da personalidade ao longo do ciclo vital, Atenção Plena (Mindfulness) e Psicologia Positiva. Docente no curso de Psicologia da Faculdade Anhanguera e integrante do Laboratório de Pesquisa em Avaliação Psicológica (LPAP), na UFSC.

 

Carlos Henrique Sancineto da Silva Nunes

Possui graduação em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1998), mestrado (2000) e doutorado (2005) em Psicologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. É professor Associado da Universidade Federal de Santa Catarina e colaborador com atividades de pesquisa da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Universidade São Francisco. É membro do conselho deliberativo do Instituto Brasileiro de Avaliação Psicológica. Tem atuado na criação de testes para avaliação da personalidade e adaptação de testes cognitivos.