BBT-BR

BBT-BR - Teste de Fotos e Profissões

Dr. Phil Martin Achtnich
Ocultar subprodutos

 

Material restrito à psicólogos

 

Descrição

O BBT foi desenvolvido pelo autor na Suiça a partir de 1961 e publicado em 1978, após dezesseis anos de estudos e pesquisas dentro do campo da orientação profissional com jovens. O teste foi construído sobre os pressupostos da teoria de Szondi (Psicologia do Destino). O teste de fotos fundamenta-se sobre a combinação de diversos fatores hereditários e sua repercussão sobre os componentes de escolha, apresentados por Szondi em seu trabalho central "Análise do destino, escolha no amor, na amizade, escolha da profissão, da doença e da morte".

É um método projetivo para a clarificação da inclinação profissional, construído para ser utilizado como técnica central para o processo de orientação vocacional e desenvolvimento organizacional.

 

Público-Alvo

Destinado à indivíduos a partir de 12 anos de idade. 

 

Contexto

Orientação Vocacional/Profissional

 

Normatização

O Teste de Fotos de Profissão (BBT) obteve a prorrogação da normatização até 31 de dezembro de 2021.

O Conselho Federal de Psicologia, em razão das medidas sanitárias impostas pela Pandemia da COVID-19, que afetam a coleta de dados para estudos de atualização de normas de testes psicológicos, publicou a Resolução CFP nº 09, de 15 de julho de 2020.

A resolução dispõe sobre a prorrogação do prazo dos estudos de validade, precisão e normas estabelecido pelo art. 14 da Resolução CFP nº 9, de 2018, de testes psicológicos que venceriam no período compreendido entre março de 2020 e dezembro de 2021.

 

Aplicação

Individualmente, com duração aproximada de 2 horas.

Composição do material:

  • Fotos de profissionais no exercício de seu ofício: 96 fotos para a versão masculina, 100 fotos para a versão feminina;
  • O número de ordem das fotos, assim como os fatores aos quais se relacionam, estão indicados no verso; Três cartões com os sinais +, O, — para a escolha das fotos: o cartão + significa: esta atividade me interessa; o cartão O significa: eu estou indeciso ou indiferente; o cartão — significa: eu recuso esta atividade;
  • Formulários de registro;
  • Tabelas de profissões que servem para a interpretação
    dos resultados do teste.

 

Assista o vídeo produzido pela 'Socialize Consultoria', que constitui-se de uma animação gráfica e ao final um depoimento da psicóloga Silvia Teles CRP 03/1841 sobre sua experiência com o teste.

 

 

Artigos Relacionados

 

Teste de Fotos de Profissões (BBT-BR): Possibilidades técnicas e padrões avaliativos no Brasil 

Link: https://mla.bs/f0d690af

 

O BBT - Teste de fotos de profissões em adultos e adolescentes

Link: https://mla.bs/11766037

 

O Teste de Fotos de Profissões (BBT) de Achtnich: histórico e pesquisas desenvolvidas

no Brasil

Link: https://mla.bs/6bb49068

 

 

Padronização

 

André Jacquemin

Foi professor titular da Universidade de São Paulo - Campus de Ribeirão Preto - e coordenador do curso de psicologia da Universidade de Ribeirão Preto. Em 1945, efetuou sua formação acadêmica em Psicologia na Faculté de Psychologie et des Sciences de l'Éducation da Universidade de Louvain, Bélgica. Em 1966, imigrou com sua família para o Brasil, para exercer funções de docência a convite do Prof. Lucien Lison, Diretor da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras. Em 1988, criou o Centro de Orientação Psico-pedagógico e de informação sobre os estudos. Participou de modo significativo, no campo da avaliação psicológica, de diversos grupos de trabalho interessados em criar novos instrumentos e em melhorar os já existentes. 

 

Sonia Regina Pasian

Professora Titular da Universidade de São Paulo (FFCLRP-USP), com graduação em Psicologia pela USP (1985), Aprimoramento em Psicologia Clínica de Orientação Dinâmica (FMRP-USP - 1988), Mestrado em Filosofia (Epistemologia da Psicologia e da Psicanálise) pela Universidade Federal de São Carlos (1993), Doutorado em Ciências (Saúde Mental) pela Universidade de São Paulo (1998), Livre-Docência pela Universidade de São Paulo (2011). Coordenadora do Centro de Pesquisas em Psicodiagnóstico e Presidente da Comissão de Pós-Graduação da FFCLRP-USP, Membro titular do Conselho de Pós-Graduação da Pró-Reitoria de Pós-Graduação da USP e de sua Câmara Curricular, entre outras atividades administrativas.